Fale conosco pelo whatsapp
VOCÊ ESTÁ EM:

PLACAS ELETRÔNICAS (PCI) E SEU FUNCIONAMENTO

Com o avanço da tecnologia em um mundo cada vez mais online, os aparelhos eletrônicos viraram itens de primeira necessidade quando se fala em meios para estar conectados, ou até mesmo em automações residenciais ou industriais.

 

Um dos mercados crescentes por conta desse avanço exponencial da internet é o do setor de serviços, relacionado principalmente a manutenção corretiva de celulares e smartphones.

 

A partir de um conhecimento bem embasado é possível cobrar de 350 a 600 reais por um simples pingo de solda, em serviços que duram em média de 30 minutos a 2 horas.

 

As Placas de Circuito Impresso (PCI) são as grandes responsáveis por essa mudança global na forma de interagir com o mundo. Seus componentes e circuitos cobreados são a base para fazer a mágica acontecer.

 

Por isso o blog KMA Brasil escreveu esse texto para compartilhar com você os princípios básicos deste mundo que pode ser muito interessante financeiramente.

 

            Mas como as placas no geral funcionam?

 

Quando definida a função que a placa irá exercer, são desenhados “caminhos” de cobre em sua interface que ficará responsável por interligar os componentes a ela acoplados, de acordo com o projeto especificado. Os desenhos e os diferentes componentes e suas respectivas ligações variam de acordo com a função que se pretende obter delas.

 

Após essa etapa, a placa recebe um banho de um produto conhecido como Percloreto de Ferro. Esse banho auxilia na eliminação do cobre excedente que fica sobre a placa. Esse procedimento é conhecido como Corrosão de PCI.

 

Um processo bastante comum nessas operações são as soldagens e, no caso de manutenções, remoção dos componentes da placa. Nesse ponto, é muito importante ficar atento a alguns detalhes que podem influenciar diretamente no bom funcionamento das funções do aparelho.

 

É essencial que as ilhas (pontos de solda) estejam livres de qualquer tipo de sujeira, gordura etc. pois se estiverem contaminadas pode acarretar no mal funcionamento do circuito. Existem alguns produtos que evitam que essas falhas aconteçam, e é evidente que são primordiais nesse processo; listaremos alguns abaixo:

 

            - Álcool Isopropílico (Pré solda ou pós solda)

            - Fluxo ou Pasta de Solda (Uso durante a soldagem)

            - Limpa Contato (Para restauração de continuidade elétrica)

            - Pasta de Cobre (Para prevenção de oxidação)

            - Graxa de Silicone (Evita formação de arco por contaminação ocasionado por partículas solidas)

 

Faça o uso de pinceis para eliminar os excessos de materiais da placa.

 

Existem vários tipos de solda, as usadas em PCI são popularmente conhecidas como solda de precisão. Para ela é usado ferros de solda que geralmente giram em torno de 40w.

 

Outro ponto que devemos ficar atentos é o tempo que a ponta do ferro fica em contato com a placa, para que o mesmo não queime o local onde será pingado o estanho.

 

A ponta do ferro deve estar sempre muito limpa para evitar soldas malfeitas. Após o pingo de solda o estanho tem que ficar com aparência brilhosa, isso caracteriza uma solda bem-feita. Use esponja vegetal para auxiliar na limpeza e remoção de excessos na ponta do ferro.

 

Seguindo e entendendo os princípios básicos que norteiam os processos relacionados as PCI’s você já consegue partir para um estudo mais aprofundado do aparelho em que pretende mexer.

 

 

Abraço!

NOVIDADES NO BLOG